Coraline - Neil Gaiman

quarta-feira, novembro 04, 2015


Comprei o livro em 2013 e o Graphic Novel na bienal do livro da minha cidade ano passado e não sei porque demorei tanto. Acho que foi pelo fato do livro ser em inglês e eu não me sentir seguro para ler, mas como estava perto do Halloween eu pensei: "Esse é o melhor momento" e fui com tudo. Independente da língua, é uma leitura bem rápida, confesso que uma vez ou outra tinha que pesquisar a tradução de uma palavra mas gostei muito de ter lido ele como minha primeira leitura (que não fosse paradidático) em inglês.
Editora: Harper    Páginas: 160

Coraline Jones se muda com seus pais para morar em um Flat, nesse apartamento há três outras pessoas morando, e logo no primeiro dia Coraline conhece todos. Todo mundo fica confundindo seu nome com Caroline o que a deixa um pouco irritada. Como não há nenhuma criança na vizinhança e seus pais são muito ocupados, Coraline fica com tédio em tudo e o que seu pai recomenda é que ela vá explorar. Contando janelas e portas pela casa, Coraline encontra uma porta no meio da sala, chama sua mãe para abrir mas quando a porta é aberta só há uma parede de tijolos.

Outro dia sua mãe sai para o super mercado e mais uma vez Coraline fica com tédio, ela vê a porte entre aberta e jura que viu sua mãe trancando-a, quando a abre não existe nenhuma parede, apenas o escuro. Coraline ousa entrar e quando chega do outro lado ela está em sua casa novamente. Quando chega na cozinha sua mãe está fazendo comida, mas ela está bem maior, os dedos estão mais longos e finos e seus olhos são dois botões da cor preta. Lá ela encontra todo mundo do "mundo real", todos com olhos de botões que sempre querem brincar com ela. Tudo pode parecer um sonho no começo, até que Coraline vai ficando mais esperta e o "novo mundo" vai se desfazendo, ficando cada vez mais bizarro.

O livro é bem parecido com o filme (bem medonho quanto) e confesso que fiquei bem confuso no começo quando tinha no livro o que não aparecia no filme. Porque sou desse que tenho que ler antes de assistir à adaptação, pois fico mais perdido que Alice no País das Maravilhas. Adorei a escrita. Outra coisa que gostei bastante foi a mensagem que o livro passa e seus exemplos de bravura/coragem. As ilustrações estão bem medonhas e adorei isso HEHE.
Editora: Rocco    Páginas: 186

O Graphic Novel foi totalmente fiel ao livro, mesmo sendo a mesma história, pensei que iam haver uns cortes aqui e ali mas achei bem fiel.

Creio que Coraline seja um filme que todos conhecem e uma obra também bastante conhecida. Então não sei muito o que falar sobre, apenas recomendo para quem quer uma leitura bem divertida e que se arrisque nas leituras em outras línguas, principalmente se você já leu o livro em português. Recomendo também o Graphic Novel, porque não só a edição está linda como é bem rápido de ler.
Houveram muitas fotos e pouco texto, mas espero que tenham gostado da recomendação.
Até mais!

Leia também

2 Comentários